Poesias

sentidos

Ione Grillo


O nariz sente um doce
Que a boca não reconhece
As mãos em prece
E o olhar esquece
O ouvido aquece o pranto
Enquanto todos os sentidos
Dormem num canto


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "400412" no campo.