Poesias

VAZIO

Ione Grillo


É no vazio da ausência
Que me encho de presença
Presença da fé
Do recolhimento
Do olhar as flores
De olhar o céu, as nuvens
Ver todas as nuances de cores
A criança ausente e distante
Agora se faz presente
Volto a brincar
A usar a imaginação
O sótão, o porão...
As lembranças esquecidas
No baú do tempo
São companhias no momento
É no vazio da ausência
Que me encho de presenças


Cadastre-se no portal Escrita Criativa para receber dicas de escrita, artigos e informações de concursos

 

 

Comentários:

Envie seu comentário

Nome :
E-mail :
Cidade/UF:
Mensagem:
Verificação:
Repita os caracteres "180112" no campo.